Não é assim

Ah, eu entendo porque age assim. Mas não compreendo porque  permanece assim. Eu entendo que têm uma longa historia e que sofrimentos calejam as perspectivas.Mas,se o objetivo é ser feliz, ao menos é o que  todos parecem buscar, onde está a razão do sacrificio? Não posso aceitar as lamentações que se apresentam em silencios, como se isso pudesse justificar a inercia.ou definição. Não. Não foi assim que me contaram o amor. Não foi para isso que me despi de tantos medos. Não é assim que se apaga o olhar.

Nenhum comentário:

©2010 Danny Montenegro Por Escrito em Nanquim